Nos últimos anos temos assistido a uma crise financeira importante com sérias implicações em todos os níveis. A área da saúde e os doentes mais carenciados têm sido francamente os mais visados.

Verificou-se um aumento do número de internamentos por descompensação clínica devido aos doentes não terem condições financeiras para adquirir os medicamentos e/ou deslocarem-se a instituições de saúde para tratamento.

Entendeu a ACR que era necessário apoiar o doente cardíaco na aquisição de medicamentos e no transporte para exames e/ou tratamentos.